quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Votos de um...

Feliz

Astrónomo Gill Broussard diz que Planeta X Nibiru entrará no sistema solar em Março de 2016 !

Gill Broussard explica que todas as imagens e fotos que vemos do Planeta X na internet são falsos, mas que vamos vê-lo em março do próximo ano. 
Ele está chegando e veio várias vezes neste planeta. 
É bastante surpreendente para dizer o mínimo.
 
Fonte: http://www.extraterrestreonline.com.br/

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Big One aproximando-se ? Terramoto de magnitude 4,4 ocorre a leste de Los Angeles !

Um terremoto de magnitude 4,4 atingiu o leste de Los Angeles na terça-feira, informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), mas não houve relatos de grandes danos ou feridos.

O tremor ocorreu 5 quilômetros abaixo da superfície da terra e teve epicentro a cerca de 80 quilômetros de Los Angeles, com pequenos tremores depois do principal, de acordo com o USGS.

Tremores são frequentes na área que fica entre a interseção das falhas de San Andreas e San Jacinto, mas o terremoto assustou alguns moradores, de acordo com a mídia local.

Nove terremotos acima da magnitude 4 atingiram a região na última década, informou o USGS. 

Fonte: http://www.ultimosacontecimentos.com.br/terremotos/terremoto-magnitude-44-ocorre-a-leste-de-los-angeles.html

59 mil pessoas sem luz em Buenos Aires devido a onda de calor !

O número de pessoas sem provisão elétrica na capital da Argentina e seus arredores subiu nesta terça-feira para 59.000, após um excesso de demanda ocasionado pelas altas temperaturas, informaram fontes oficiais.
Segundo os relatórios do Ente Nacional Regulador da Eletricidade (Enre), o número de pessoas que permanecem sem provisão elétrica em Buenos Aires e seu cinturão metropolitano, nas áreas de concessão das empresas Edenor e Edesur, passou hoje de cerca de 30.000 para 59.142.
Este é o quinto ano no qual há cortes de luz devido ao aumento do consumo elétrico pelas altas temperaturas.
Durante o verão passado, em muitos bairros portenhos, os blecautes chegaram a durar mais de uma semana.
Na segunda-feira o consumo elétrico beirou os 24.034 megawatts, número recorde registrado em janeiro de 2014.
Na capital é esperada para hoje uma temperatura máxima em torno de 34 graus e chuvas e tempestades nas últimas horas do dia que podem melhorar a situação, segundo informou o Serviço Meteorológico Nacional. 

Fonte: http://www.ultimosacontecimentos.com.br/grandes-sinais-do-ceu1400518699/59-mil-pessoas-sem-luz-em-buenos-aires-por-onda-de-calor.html

México regista as nevadas mais intensas dos últimos 50 anos !

As nevadas registradas neste inverno no noroeste do México são as mais intensas dos últimos 55 anos, causando o fechamento de aeroportos e estradas no estado de Chihuahua, informaram autoridades nesta segunda-feira.
Durante o final de semana, a neve caiu sobre 32 municípios dessa região fronteiriça com os Estados Unidos, chegando a até 30 centímetros, com temperaturas de até -18°C.
"Trata-se da nevada mais intensa dos últimos 55 anos", afirmou à AFP Efrén Matamoros, diretor de Proteção Civil de Ciudad Juárez, em Chihuahua.
A Polícia Federal assegurou em um comunicado que se mantém "em alerta" nos estados de Chihuahua e nos vizinhos Sonora, Durango e Coahuila "para a remoção de neve e gelo" das estradas e para auxiliar os motoristas.
O aeroporto internacional de Ciudad Juárez permaneceu fechado no sábado e no domingo devido à camada de gelo que cobria a pista, mas nesta segunda-feira as operações já haviam sido normalizadas.

Fonte:http://www.ultimosacontecimentos.com.br/grandes-sinais-do-ceu1400518699/mexico-registra-as-nevadas-mais-intensas-em-mais-de-50-anos.html

Terramoto de 4,3 graus atingiu província equatoriana !

Um terremoto de 4,3 graus de magnitude na escala Richter foi registrado nesta terça-feira na província do Cotopaxi, na região andina do Equador, sem que até o momento tenha informações sobre vítimas ou danos materiais.

Segundo o Instituto Geofísico da Escola Politécnica Nacional, o tremor ocorreu à 1h49 local (4h49, em Brasília) a uma latitude de -0,95, uma longitude de -79,27 e a uma profundidade de 98,71 quilômetros.

O Instituto Geofísico também informou sobre um terremoto, de três graus de magnitude, ocorrido às 5h25 local (7h25, em Brasília), na província de Orellana, na Amazônia do Equador, a uma latitude de -0,52, uma longitude de -77,22 e a uma profundidade de 10 quilômetros. 

Fonte: http://www.ultimosacontecimentos.com.br/terremotos/terremoto-de-43-graus-atinge-provincia-equatoriana.html

Rios transbordam e causam inundações nos Estados Unidos !

O nível dos rios continua a subir nesta quarta-feira no Estado norte-americano do Missouri, onde as inundações generalizadas levaram à remoção de centenas de pessoas e ao fechamento de uma grande rodovia interestadual, além de ameaçar destruir dezenas de edificações.
Pelo menos 13 pessoas morreram no Missouri desde o fim de semana, quando pesadas chuvas provocadas por uma intensa tempestade de inverno desencadearam a pior enchente em duas décadas no Estado, disse o governador Jay Nixon.
"Está muito claro que Missouri está no meio de uma inundação histórica e muito perigosa", disse Nixon à imprensa na terça-feira.
Vários grandes rios e afluentes no Missouri e no Estado de Illinois estavam prestes a alcançar níveis recorde, segundo o Serviço Nacional de Meteorologia. Alguns rios devem continuar a subir até sábado.
Na confluência dos rios Mississippi e Missouri, cerca de 32 quilômetros ao norte de St. Louis, os moradores das cidades de West Alton e Arnold foram orientados a deixar suas casas.
De acordo com o site de revisão meteorológica AccuWeather, inundações na porção média do rio Mississippi e seus afluentes podem atingir os mais altos níveis já registrados até hoje.
As cheias levaram ao fechamento de estradas, incluindo um trecho da Interstate 44, uma rodovia importante que liga o oeste do Texas a St. Louis. 

Fonte: http://www.ultimosacontecimentos.com.br/grandes-sinais-do-ceu1400518699/rios-transbordam-e-causam-inundacoes-nos-eua.html

domingo, 27 de dezembro de 2015

Havaí regista 181 casos de dengue em três meses !

Autoridades de saúde do Havaí confirmaram no sábado (26) mais um caso de dengue, elevando o total para 181 desde setembro. 

No entanto, o Departamento de Saúde do Havaí afirma que 172 pessoas já estão curadas e não oferecem mais risco de contágio. Apenas nove ainda representam potencial chance de espalhar o vírus, transmitido pelo aedes aegypti.

Segundo as autoridades, dos 181 contaminados, 163 eram residentes e 18 turistas. 

De acordo com a CNN, o mês de novembro teve o maior número de registros, com 23 novos casos, mas médicos acreditam que a doença ainda pode progredir no arquipélago.

A Organização Mundial de Saúde não considera os Estados Unidos um local onde as pessoas tenham um alto risco de adquirir dengue.

Fonte: http://www.ultimosacontecimentos.com.br/pestes/havai-registra-181-casos-de-dengue-em-tres-meses.html

Como desapareceu o segundo maior lago da Bolívia ?


Temos um lago que desapareceu, agora é pampa; um deserto onde não se pode semear nada, nem produzir; não há nada, muito menos vida."
Com essas palavras, o dirigente camponês Valerio Rojas descreveu à agência de notícias Efe a situação do lago Poopó, o segundo maior da Bolívia, atrás do Titicaca.
O lago de água salgada, localizado no departamento de Oruro, que faz fronteira com o Chile, tinha uma extensão de 2.337 quilômetros quadrados.
Mas agora ele foi reduzido a três áreas úmidas, espécies de charcos, de menos de um quilômetro quadrado e apenas 30 centímetros de profundidade.
A catástrofe vinha sendo anunciada há anos e tem um forte impacto ecológico, econômico, social e político.
Ela representa a destruição de todo um ecossistema, a perda de espécies centenárias de fauna e flora, o desaparecimento de culturas pelo êxodo de comunidades que sobreviviam do lago e a falta de ações efetivas para enfrentar a seca.
Um lago de 2.337 km² foi reduzido a poucas áreas úmidas (Foto: Reuters/David Mercado) Um lago de 2.337 km² foi reduzido a poucas áreas úmidas Foto: Reuters/David Mercado)

Perdas ambientais e humanas


Segundo especialistas, cerca de 200 espécies de aves, peixes, mamíferos, répteis e uma grande variedade de plantas desapareceram com a seca do Poopó.
O ornitólogo Carlos Capriles disse ao jornal boliviano La Razón que, entre as aves que foram forçadas a abandonar o lugar, havia três espécies de flamencos ameaçados de extinção.
"Com o desaparecimento do Poopó, o habitat (das aves) se reduz e aumenta o risco de extinção", explicou Capriles.
O especialista explicou que o lago era o ponto de descanso de aves migratórias que se deslocavam do norte para o sul. "Falamos de cerca de 200 espécies que pereceram ou foram para outras áreas."
Segundo ambientalistas, cerca de 200 espécies migraram ou morreram (Foto: Reuters/David Mercado)
Segundo ambientalistas, cerca de 200 espécies migraram ou morreram Foto: Reuters/David Mercado)

Outros ativistas ambientais acrescentam que numerosos mamíferos, répteis e anfíbios ficaram sem habitat e alimento com a transformação do lago em praticamente um deserto.
Mas o pior aconteceu com os peixes, segundo Capriles. Eles não puderam migrar, como os outros animais, e morreram no local.
O Ministério do Meio Ambiente e Água confirmou a perda de uma grande quantidade de espécies únicas, ainda que não se saiba a quantidade exata. Eles planejam realizar uma contagem.
O desastre também teve um custo humano. Cerca de 350 famílias, em sua maioria de pescadores do lago, foram afetadas.
Com o deslocamento forçado também desaparece a cultura da comunidade, que sobrevivia do próprio lago Poopó em uma economia de subsistência.

Causas do desastre


A bacia do Poopó foi declarada, em 2002, um ecossistema de importância internacional onde a água é o principal fator que controla o ambiente, assim como a vegetação e a fauna.
Mas então como ele desapareceu?
As razões são complexas e vão desde os efeitos climatológicos e manejo problemático de recursos aquíferos até a atividade humana, a contaminação e a falta de atenção a um desastre que todos já viam que estava prestes a ocorrer.
Peixes foram os mais atingidos (Foto: Reuters/David Mercado)
Peixes foram os mais atingidos Foto: Reuters/David Mercado)

As análises do governo apontam o fenômeno El Niño e o aquecimento global ocasionado pelos países industrializados como culpados.
O vice-ministro de Recursos Hídricos e Irrigação, Carlos Ortuño, cita dados científicos que estabelecem que a temperatura mínima aumentou 2,06º C nos últimos 56 anos, e que o El Niño provocou secas desde outubro.
A falta de água como fruto da ação humana também é apontada como uma das causas.
Os lagos Poopó e Titicaca dependem da entrada de água do rio Desaguadero. Mas um plano diretor da década de 1990 acabou privilegiando o Titicaca, impedindo a passagem de água para a bacia do Poopó.
Além disso, o próprio rio foi afetado pela atividade humana, que o usa para seus cultivos, sistemas industriais e de mineração.
Esta última atividade causa contaminação. Oruro é um departamento mineiro e a extração, há anos, é feita de forma "não responsável", disse o vice-ministro Ortuño.
Mas ele também destacou a má administração de um fundo que foi feito para evitar a seca do lago.
Em 2010, a Bolívia e a União Europeia firmaram um acordo segundo o qual haveria um fundo de cerca de US$ 15 milhões para o programa Cuenca Poopó (Bacia Poopó).
O ex-prefeito de Oruro, Luis Aguilar, em cuja gestão foi assinado o acordo, disse que seu sucessor foi "mal assessorado" no manejo do dinheiro, que foi usado para "projetos sem sentido" e foi "esbanjado" sem conseguir a recuperação do lago, de acordo com o jornal La Razón.
O ex-diretor do Serviço Departamental Agropecuário, Severo Choque, diz que também "não se priorizou de maneira adequada o trabalho específico no lago".

Recuperação, um desafio

Vários críticos pediram que seja realizada uma investigação para descobrir os responsáveis pela falta de ação que permitiu o desastre.
"O custo desse desastre deve ser manejado com absoluta rigidez na identificação de seus responsáveis", escreveu o colunista do jornal La Prensa Enrique A. Miranda Gómez.
Ele pediu que fosse colocada em prática uma política sustentável de "reprocessar o curso das água que vêm do Titicaca e investir em ajuda para populações afetadas, dando a elas infraestrutura produtiva, apoio social e sobretudo segurança aos mais jovens".
Mau uso da água também contribuiu para desaparecimento do lago (Foto: Reuters/David Mercado) Mau uso da água também contribuiu para desaparecimento do lago Foto: Reuters/David Mercado) 

Na terça-feira (22), o governo boliviano e o departamento de Oruro anunciaram um plano para "reconstruir" o lago Poopó.
O vice-ministro de Recursos Hídricos e Irrigação, Carlos Ortuñez, e o governador de Oruro, Víctor Hugo Vásquez, informaram que seriam destinados US$ 3,25 milhões principalmente para ajuda humanitária e trabalho técnico sobre a corrente de água que chega ao Poopó através do rio Desaguadero.
Também citaram um financiamento internacional para o chamado Plano Diretor da Bacia do Poopó que vai exigir, segundo eles, US$ 130 milhões.
Este, segundo Ortuñez, será o "maior desafio" do governo para conseguir executar o plano que será elaborado por especialistas nacionais e internacionais.
Mas, enquanto isso, o segundo maior lago da Bolívia segue parecendo um deserto.

Fonte: http://www.ultimosacontecimentos.com.br/grandes-sinais-do-ceu1400518699/como-o-segundo-maior-lago-da-bolivia-desapareceu.html




    



sábado, 26 de dezembro de 2015

Temperatura aumenta 2,5 vezes mais rapidamente na Rússia !

A Rússia esquenta 2,5 vezes mais rápido que a média mundial, provocando um aumento das catástrofes naturais como inundações ou incêndios, indicou nesta sexta-feira o ministério russo do Meio Ambiente.
As temperaturas aumentaram 0,42 graus centígrados em média por década entre 1976 e 2014, contra 0,17 grau para o conjunto da Terra, segundo um estudo do governo russo.
"As mudanças climáticas levam a um aumento de fenômenos meteorológicos perigosos", comprovou o ministério em um comunicado publicado em seu site.
Em 2014, 569 fenômenos deste tipo foram registrados na Rússia, sobretudo graves inundações no Altai, no sul da Sibéria.
O ministério russo menciona o déficit de água na região do lago Baikal, cujo nível caiu abaixo dos limites críticos, provocando um "aumento catastrófico do número de incêndios".
O presidente russo se mostra pouco preocupado com as mudanças climáticas, e chegou inclusive a sugerir que um aquecimento moderado não seria ruim para diminuir o frio do norte do país e ajudar no desenvolvimento do Ártico.
Mas o fenômeno pode danificar as infraestruturas energéticas sobre o permafrost (camada de solo permanentemente congelada das regiões árticas), alertam os especialistas.
"Surgem novas ameaças ante o aquecimento global", reconheceu o ministro de Situações de Emergência, Vladimir Puchkov, em uma coletiva de imprensa em outubro, na qual explicou que são necessárias "medidas para proteger as infraestruturas".
"O permafrost se reduz, há terremotos em locais onde não ocorriam, há deslizamentos de terra, inundações", detalhou.
Moscou vive um inverno com temperaturas superiores a 8ºC, em um período no qual a capital russa costuma estar coberta de neve. A situação levou as autoridades municipais a fechar as pistas de patinação ao ar livre, muito frequenta pelos moradores durante as festas de fim de ano.
Os 195 países reunidos na cúpula do clima de Paris entraram em acordo para tentar limitar o aquecimento do planeta "abaixo dos 2ºC" para conter as devastadoras consequências das mudanças climáticas. No entanto, o conjunto das propostas para reduzir os gases de efeito estufa (GEI) realizadas por ocasião desta cúpula por estes mesmos países só freariam o aquecimento a 3ºC.
A Rússia, o quinto emissor mundial, prevê emitir entre 25% e 30% menos gases em 2030 em relação a 1990, mas a organização Climate Action Tracker adverte que uma vez retirado o efeito positivo gerado por sua vasta extensão de florestas, a redução de seus GEI de origem industrial será de apenas 6% a 11%. 

Fonte: http://www.ultimosacontecimentos.com.br/grandes-sinais-do-ceu1400518699/temperatura-aumenta-25-vezes-mais-rapido-na-russia.html

Estados Unidos com record de calor em Nova Iorque e tornados no sul !

Nova York registrou nesta quinta-feira um recorde de calor histórico para um 24 de dezembro, com uma temperatura de 22,2º Celsius na véspera de Natal e em pleno inverno, enquanto no sul dos Estados Unidos tornados mataram 14 pessoas.
Segundo o serviço meteorológico nacional americano (NWS), a temperatura em Nova York atingiu por volta do meio-dia os 22,2º, batendo com folga o recorde precedente para um 24 de dezembro, que era de 17,2º em 1996.
O atual "veranico" que a cidade vive há uma semana, com temperaturas bem moderadas para esta época do ano, ainda pode fazer o termômetro subir mais durante o dia, de acordo com a mesma fonte.
Na rua era possível ver turistas e nova-iorquinos de bermuda e camiseta, constatou a AFP.
O NWS previu para esta quinta-feira possíveis chuvas, embora para o dia de Natal esteja sendo esperado sol e tempo seco na maior parte do dia.
O último inverno em Nova York foi um dos mais duros dos últimos tempos, com nevascas constantes e temperaturas abaixo de 0ºC durante muitos dias.
Já no centro e sudeste do país, ao menos 14 pessoas morreram na quarta-feira por tornados que atingiram regiões do Illinois até o Alabama.
Apenas no Mississippi, os tornados mataram sete pessoas, incluindo um menino de sete anos encontrado em um carro arrastado pelo fenômeno, revelou o chefe dos bombeiros de Holly Springs, Kenny Holbrook.
O Estado registrou ainda 40 feridos, disse o governador Phil Bryant, que declarou estado de emergência.
O Serviço Meteorológico Nacional em Memphis (Tennessee) assinalou um "tornado excepcionalmente violento e largo" que atravessou o Mississippi.
Também foram registradas vítimas no Tennessee e no Arkansas.
Os danos materiais também foram grandes em vários Estados.
Nick Weems, xerife interino de Perry County, no Tennessee, disse à CNN que sua comunidade "perdeu várias casas", incluindo uma onde duas pessoas morreram.
"É um momento de trágica devastação para nossa comunidade, especialmente agora neste período de festas".
Um sobrevivente de Perry County contou à CNN que após o tornado o povoado parecia um "terreno baldio". "Não sobrou nada".

Fonte: http://www.ultimosacontecimentos.com.br/grandes-sinais-do-ceu1400518699/eua-tem-recorde-de-calor-em-nova-york-e-tornados-no-sul.html

México - Vulcão de Colima lança coluna de cinzas de 2 km !

O vulcão de Colima lançou duas colunas de cinzas de 2 quilômetros de altura nesta quinta-feira, informou a Defesa Civil do Estado de Jalisco, no oeste do México.
A primeira explosão ocorreu às 7h17 locais (11h17 em Brasília) e a segunda às 11h25 locais (15h25 em Brasília), ambas em direção ao nordeste da cratera.
A Defesa Civil de Jalisco informou através do Twitter que o alerta de atividade do vulcão segue amarelo. 
Porém, pediu a população para ficar atenta à queda de cinzas e seguir acompanhando as recomendações, como cobrir portas e janelas com pano úmido ou tampar as redes de esgotos.
O vulcão de Colima, também chamado de vulcão de fogo, está a 3.860 metros acima do nível do mar, na divisa entre os estados de Jalisco e Colima. 
Ele é considerado um dos mais ativos do país, junto com o de Popocatépetl, que fica no centro do México. 

Fonte: http://www.ultimosacontecimentos.com.br/grandes-sinais-do-ceu1400518699/mexico-vulcao-de-colima-lanca-coluna-de-cinzas-de-2-km.html

Terramoto de magnitude 6,2 graus atingiu o norte do Afeganistão !

Um forte terremoto de magnitude 6,2 graus na escala Richter sacudiu nesta sexta-feira o norte do Afeganistão, em uma região próxima à fronteira do Tadjiquistão, informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).

O terremoto, que foi inicialmente reportado com magnitude 6,4 graus, ocorreu às 23h14 no horário local (17h14 em Brasília), a uma profundidade de 203 quilômetros e cerca de 82 quilômetros ao sudeste da cidade de Feyzabad, na fronteira com o Tadjiquistão.

O tremor foi sentido na capital do Afeganistão, Cabul, e na capital do Paquistão, Islamabad, mas não há informações sobre vítimas ou danos provocados pelo terremoto. 

Fonte: http://www.ultimosacontecimentos.com.br/terremotos/terremoto-de-magnitude-62-graus-sacode-o-norte-do-afeganistao.html

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Yonaguni,Japão - Mistério no fundo do mar !

Yonaguni
Uma misteriosa estrutura no forma de pirâmide, encontrada na costa do Japão, causa muitas controvérsias. Seria este um fenômeno geológico natural, ou uma estrutura feita pelo homem, a qual pode mudar a história, tal como a conhecemos?
Em 1986, um mergulhar encontrou próximo da ilha de Yonaguni Jima, na ponta sul do Japão (próximo de Okinawa), algumas estruturas estranhas a aproximadamente 25 metros no fundo do mar.
As estruturas pareciam como terraços e rampas.
Uma das maiores pirâmides tem 180 metros de altura, com cinco diferentes níveis de blocos de pedra, e algo parecido com uma estrada cercando a estrutura.
Marcas de ferramentas e entalhes foram descobertos nas pedras, o que indica que as estruturas devem ter sido construídas, não se tratando de um formação rochosa natural.
formação rochosa natural
Masaaki Kimura, um geólogo marinho da Universidade Ryukyus, no Japão, tem estado estudando e mapeando o sítio por mais de 15 anos, e acredita que o local tenha mais de 5.000 anos, mas foi afundado devido a um terremoto há dois mil anos.Outros estimam que as estruturas sejam muito mais antigas – inclusive Teruaki Ishii, professor de geologia da Universidade de Tóquio, o qual determinou que a submersão tenha ocorrido no final da última era glacial, por volta de 10.000 anos atrás (sendo esta estrutura mais velha do que as pirâmides do Egito). se este for o caso, então nossos livros de história deveriam ser revisados para levar em consideração uma cultura oriental avançada, mais avançada do que qualquer cultura ocidental antiga. É interessante notar o número de ferramentas que têm sido descobertas, tanto em terra quanto no mar ao redor da estrutura.
Perto da estrutura piramidal, foi descoberto aquilo que se acredita ser uma escultura em pedra de uma cabeça humana, junto com numerosos hieróglifos desconhecidos. O Japan Times reportou a seguinte história, o que adicionou intriga à descoberta:
“Pela lei popular de Okinawa, há lendas de deuses tradicionais, e uma terra do deus chamado Nirai Kanai, uma terra desconhecida e longínqua, de onde a felicidade é trazida.“ 

Controvérsia 

Richard Schoch – Professor de ciências e matemática da Universidade de Boston, não aceita que o sítio seja mais do que uma formação rochosa natural.
“Não estou convencido de que quaisquer das grandes características ou estruturas sejam degraus um terraços feitos pelo homem, mas são todos naturais. É geologia básica e estratigrafia clássica para calcário, que tende a quebrar ao longo dos planos, e resulta nestas beiradas muito retas, particularmente numa área com muitas falhas e atividade tectônica.” A foto abaixo mostra o que acredita-se ser uma formação rochosa natural similar na Terra.Como consequência da relutância da comunidade científica em aceitar o sítio como sendo uma estrutura feita pelo homem, as ruínas não foram reconhecidas pelas autoridades japonesas como um local de importância cultural, digno de proteção. 
Em 5 de abril de 1998, um grande terremoto (medindo 7.7 na escala Richter) atingiu a região ao redor das pirâmides. Se o terremoto danificou as estrutura, ou não, ainda não está claro.

Conclusão 

Infelizmente, até que maiores estudos sejam conduzidos na estrutura, ela permanecerá como um ponto de especulação e disputa.

Fonte: http://ovnihoje.com/2015/12/24/yonaguni-japao-misterio-no-fundo-do-mar/

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Luz não identificada atravessou o oeste dos Estados Unidos !

A comunicação social dos EUA, a partir de centenas de relatos nas redes sociais, fala numa luz misteriosa que foi vista em vários estados do oeste norte-americano.

De várias cidades da Califórnia a Las Vegas, passando pelo Arizona, a luz foi vista em diversos estados dos EUA.

As redes sociais encheram-se de relatos, perguntas e especulações.

Alguns sites de informação citam o Comando Estratégico dos EUA que diz que o mais provável é ser lixo espacial russo a arder na atmosfera.

No mês passado, uma luz muito semelhante foi vista nos céus dos EUA, mas mais tarde os militares confirmaram que se tratava do lançamento de um míssil não armado.

Fonte: http://www.msn.com/pt-pt/noticias/tecnologia/luz-n%C3%A3o-identificada-atravessou-o-oeste-dos-estados-unidos/ar-BBnQSlb?li=AAaYVP2&ocid=SK2MDHP

Centauros ou cometas gigantes podem ser uma ameaça para a Terra !

A Terra pode estar mais exposta a uma colisão com um corpo celeste do que se pensa, adverte um grupo de astrônomos, que recomenda em um estudo publicado nesta terça-feira vigiar melhor os cometas gigantes.
A maioria dos estudos sobre colisões potenciais com nosso planeta se concentra em corpos do anel de asteroides situado entre Marte - nosso vizinho exterior imediato - e o seguinte, Júpiter, observa o quarteto de pesquisadores.
A descoberta nas duas últimas décadas de centenas de cometas gigantes - apelidados de "centauros" - obriga a incluí-los na lista de potenciais ameaças, apesar de terem órbitas muito mais amplas.
Estes cometas de entre 50 e 100 quilômetros de diâmetro têm órbitas elípticas não estáveis que partem desde regiões mais distantes que Netuno, o último planeta de nosso Sistema Solar.
Suas órbitas cruzam as de planetas gigantes como Júpiter, Saturno, Urano e Netuno, cujos campos de gravidade podem ocasionalmente desviar um cometa até nós, uma vez a cada 40.000-100.000 anos.
Todo cometa se desintegra ao longo do tempo e de seu périplo ao redor do Sol. No caso dos centauros, este processo poderia produzir "períodos intermitentes, mas prolongados, de bombardeios que durariam até 100.000 anos", escrevem os cientistas no Royal Astronomical Society Journal, Astronomy and Geophysics.
Segundo eles, "a avaliação de risco de impacto baseado exclusivamente nos asteroides próximos à Terra subestima a natureza e a magnitude dos cometas gigantes".
No Sistema Solar, um centauro se desintegraria em pó e fragmentos maiores, deixando um rastro de pedaços "que ocasionariam em inevitáveis impactos com nosso planeta".
"Nas três últimas décadas investimos grandes esforços para determinar o risco de uma colisão entre a Terra e um asteroide", declara Bill Napier, da Universidade de Buckingham, um dos autores.
"Nosso trabalho sugere que também devemos olhar além de nossa imediata vizinhança e buscar os centauros além da órbita de Júpiter. Se estivermos certos, estes cometas distantes podem representar uma séria ameaça e é hora de estudá-los mais de perto", conclui. 

Fonte: http://www.ultimosacontecimentos.com.br/grandes-sinais-do-ceu1400518699/centauros-cometas-gigantes-podem-ser-uma-ameaca-para-a-terra.html

A vida extra-terrestre pode estar além da compreensão humana !

space-728x400
Os alienígenas existem em formas que não podemos conceber? Estaríamos olhando nos lugares errados, no tempo errado, e de forma errada? Perguntou o Dr. Paul Davies, da Universidade Estadual do Arizona, nos EUA.
O estudo científico da vida alienígena é a matéria mais fascinante, pois lida com todos os aspectos da vida extraterrestre. Todos nós gostaríamos de conhecer como eles se parecem, o que eles pensam, como se comportam, e assim por diante. Porém, para responder estas questões devemos primeiro encontrar essas civilizações alienígenas.
À medida que a procura por vida extraterrestre continua, cientistas estão debatendo sobre os métodos que deveriam ser utilizados. De acordo com o Dr. Paul Davies, a abordagem sendo utilizada atualmente pelos pesquisadores do SETI é muito estreita, e presume que os alienígenas se comunicam usando a mesma forma que fazemos aqui na Terra.
Estima-se que há 250 bilhões de estrelas, somente na Via Láctea, e mais de 70 sextilhões no Universo visível. Muitas dessas estrelas são cercadas por múltiplos planetas. O tamanho bruto do Universo conhecido é assustadoramente e inconcebivelmente vasto.
As chances de haver somente um único planeta onde a vida evoluiu em toda esta inimaginável vastidão parece ser tão incrível, que acreditar nisto seria completamente irracional. Mas então, “onde estão eles?” Esta foi a pergunta feita pelo físico Enrico Fermi, enquanto almoçava com seus colegas em 1950.
Fermi perguntou, se há outras civilizações extraterrestres avançadas, então por que não há evidências disso, como espaçonaves ou sondas voando pela Via Láctea? Sua questão se tornou conhecida como o Paradoxo de Fermi.
Este paradoxo é uma contradição entre a alta probabilidade da existência de civilizações extraterrestres e a falta de evidência (oficial), ou contato com tais civilizações. Dada a extrema idade do Universo, bem como seu vasto número de estrelas, se planetas como a Terra são típicos, então deve haver muitas civilizações extraterrestres avançadas lá fora, e pelo menos algumas delas na nossa Via Láctea.
Uma outra questão proximamente relacionada é o ‘Grande Silêncio’, o qual coloca a questão: Mesmo se a viagem espacial seja muito difícil, se existir vida lá fora, por que não detectamos pelo menos alguns sinais de civilizações, tais como transmissões de radio?
Milan Cirkovic, do Observatório Astronômico de Belgrado, diz que a idade média de planetas terrestres na Via Láctea é de aproximadamente 1,8 giga anos (um bilhão de anos) maior do que a idade da Terra e do nosso sistema solar, o que significa que a idade média de civilizações tecnológicas deveria ser maior do que a idade da civilização humana.
A vastidão deste intervalo indica que um ou mais processos devem anular o fato de podermos observar comunidades extraterrestres. Já que a partir deste ponto não há evidência direta e/ou ampla (oficialmente) de que a vida extraterrestre exista, provavelmente significa uma das seguintes razões:
A) Somos os primeiros seres extraterrestres inteligentes a se tornarem capazes de fazer nossa presença conhecida, e a deixar o nosso planeta. Neste momento, não há outras formas de vida lá fora tão avançadas quanto nós. Ou talvez a vida extraterrestre exista, mas por alguma razão a vida é tão rara e tão longínqua que nunca faremos contato, tornando a vida extraterrestre aparentemente não existente, pelo menos no sentido prático.
B) Muitas civilizações avançadas existiram antes de nós, mas sem exceção, por algum motivo desconhecido, elas expandiram de tal forma que são completamente indetectáveis pelos nossos instrumentos.
C) Existiram outras civilizações, mas elas se depararam com algum tipo de “bloqueio cósmico”, o qual finalmente as destruiu, ou pelo menos as limitou de expandir além de uma pequena área.
Uma razão do porquê de não sermos capazes de detectar alienígenas é devido ao fato deles serem invisíveis à nossa tecnologia. Estamos procurando por algo que se assemelhe a nós, mas a vida extraterrestre pode estar além da compreensão humana.
“Eles poderiam estar olhando em nossas caras e simplesmente não os reconheceríamos. O problema é que estamos procurando por algo muito parecido conosco, presumindo que eles tenham pelo menos algo como a mesma matemática e tecnologia”, disse o Lord Martin Rees, presidente da Sociedade Real, e astrônomo da Rainha do Reino Unido.
“Minhas suspeitas são de que poderia haver vida e inteligência lá fora, em formas que não podemos conceber. Bem como chimpanzés não podem compreender a teoria quântica, pode ser que exista aspectos da realidade que estejam além da capacidade dos nossos cérebros.”
Eles poderiam muito bem estar logo ali na esquina, mas não podemos vê-los porque eles simplesmente não são a vida que conhecemos, ou pelo menos ainda não. Talvez não sabemos o que procurar ainda, e seja por isso que eles são invisíveis para nós.

Fonte: http://ovnihoje.com/2015/12/23/a-vida-alienigena-pode-estar-alem-da-compreensao-humana/

Descobertos misteriosos edifícios cilíndricos em Marte !

Edifícios  misteriosos de forma cilíndrica foram descobertos na superfície de Marte. O que é isso? Eles são os restos de uma antiga civilização que viveu em Marte? O pesquisador Marcelo Irazusta mais uma vez fornece evidências de que Marte foi habitado por uma civilização antiga, ou talvez seja antigos postos avançados extraterrestres. Crescente evidência fotográfica diária feita pelas sondas que visitam o planeta vermelho, Marte foi provavelmente habitado (ou ainda é?) A partir de uma antiga civilização extraterrestre.
Mas as últimas imagens da NASA que mostramos hoje são bastante estranhas e foram obtidas através do aplicativo do Google Mars. Misteriosos objetos cilíndricos que foram encontrados na superfície e que se assemelham aos hangares. O que é isso? Você pode visualizar estas estruturas misteriosas nas seguintes coordenadas: 
 
76 ° 7'57.88 "N 70 ° 32'53.88".
 
Fonte: http://ufosonline.blogspot.pt/

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Nova pesquisa sugere que há uma Super-Terra no Sistema Solar !

planeta solar - To no Cosmos
Astrônomos acreditam terem descoberto dois dos mais distantes objetos já encontrados no nosso Sistema Solar em uma nova pesquisa.
Estaria o tão citado pelos antigos Planeta X, Nibiru, morando nos confins de nossa vizinhança?
Um dos objetos poderia ser uma ‘Super Terra’, localizada seis vezes mais distante do que Plutão, dizem os astrônomos para o Daily Mail.
O observatório localizado no deserto do Atacama

Usando o telescópio Alma, localizado no deserto do Atacama, Chile, os pesquisadores que são da Suécia e do México, notaram objetos misteriosos cruzando o seu campo de visão como parte de estudos separados.
É difícil dizer com precisão a distância exata dos objetos, porém sua velocidade e brilho sugerem que não se trata de estrelas.
O estudo já levantou o questionamento de outros astrônomos que dizem ser mais provável se tratar de algo conhecido como Anões Marrons Super Geladas. Anãs marrons são corpos cósmicos que nunca se queimam de fusão em seu núcleo. Os cientistas às vezes se referem a eles como “estrelas fracassadas”.
Com esses estudos recentes divulgados em Dezembro de 2015, há a possibilidade de que um dos objetos possa realmente ser o Planeta X.
“Até que a natureza do objeto se torna clara, nós o chamamos de Gna”, escreveu os astrônomos responsáveis pela pesquisa.
Os estudos estavam visualizando uma estrela distante chamada W Aquilae, e a estrela próxima Alpha Centauri. Caso essa teoria seja comprovada, poderia explicar algumas anomalias nas órbitas de alguns planetas como Netuno e Urano.
A maioria das antigas civilizações que habitaram a Terra, desde os sumérios, passando pelos egípcios até os nativos das Américas, sempre tiveram uma admiração e entendimento dos céus.
via lactea - to no cosmos
Segundo as traduções atribuídas ao povo Sumério, Nibiru ou Planeta X viajaria orbitando o outro lado de Plutão até à Terra em um ciclo de 3600 anos.
A única certeza que nos resta é a incerteza que temos sobre o que ocorre na imensidão do Cosmos.

Fonte: http://tonocosmos.com.br/planeta-x-nova-pesquisa-sugere-que-ha-uma-super-terra-no-sistema-solar

Cientistas afirmam que o nosso DNA pode ser reprogramado !

Cientistas provam que o DNA humano poder ser reprogramado por palavras e frequências!
“O DNA humano é um tipo de ‘Internet Biológica’, e superior em vários aspectos à nossa internet artificial“.
DNA - To no Cosmos

Pesquisas de cientistas russos explicam direta e indiretamente fenômenos como a clarividência, intuição, atos de cura espontâneos ou improváveis, técnicas de auto-cura, técnicas de afirmação, luzes, auras incomuns em volta das pessoas, influência da mente nos padrões climáticos e muito mais. Além disso, há evidências de um novo tipo de medicina nas quais o DNA pode ser influenciado e reprogramado por palavras e frequências sem cortar e substituir um único gene, segundo o site Wake Up World.
Apenas 10% do nosso DNA está sendo usado para construir proteínas. É este subconjunto do DNA que é do interesse de pesquisadores ocidentais e está sendo examinado e categorizado. Os outros 90% são considerados “DNA lixo”. Os investigadores russos, no entanto, convencidos de que a natureza não produz nada sem uma função específica, juntou-se a linguistas e geneticistas em uma aventura para explorar os 90% de “DNA lixo.” Seus resultados, descobertas e conclusões são simplesmente revolucionários.
Genetic research, conceptual computer artwork.
90% do DNA é denominado ‘lixo’. Mas será que a Natureza criaria algo em vão?
De acordo com os pesquisadores, nosso DNA não é apenas responsável pela construção do nosso corpo, mas também serve como um banco de dados e na comunicação. Os linguistas russos descobriram que o código genético, especialmente nos aparentemente inúteis 90%, segue as mesmas regras que todas as nossas linguagens humanas.
O biofísico russo e biólogo molecular Pjotr ​​Garjajev e seus colegas também exploraram o comportamento vibratório do DNA. O resultado foi que Cromossomos vivos funcionam como computadores holográficos, usando a radiação laser endógena do DNA. Isto significa, que conseguiram modular, por exemplo, certos padrões de frequência de raio laser e com isso influenciaram a frequência de DNA e, portanto, a própria informação genética. Uma vez que a estrutura básica dos pares de DNA e da linguagem são da mesma estrutura, nenhuma decodificação do DNA é necessária.
Meditação Universo - To no Cosmos
Converse consigo, reprograme-se!
Pode-se simplesmente usar palavras e frases da linguagem humana. Isto, também, foi provado experimentalmente. Substância de DNA vivo sempre reagirá aos raios laser de linguagem moduladas e até às ondas de rádio, se as frequências apropriadas forem usadas.
Isso explica cientificamente porque as afirmações, o treinamento autógeno (autoproduzido), hipnose e similares podem ter efeitos tão fortes nos humanos e seus corpos.
O grupo de pesquisa de Garjajev conseguiu provar que, com este método, cromossomos danificados por raios-x, por exemplo, podem ser reparados.
Tudo isto pela simples aplicação da vibração e da linguagem, ao invés do procedimento de corte usado desde o mais remoto dos tempos.
Parecemágica, mas é a Lei da Atração sendo aplicada em níveis moleculares. É como se o nosso DNA tivesse ouvidos, e uma imensa vontade de obedecer-nos. Vamos conversar com nosso DNA!

Fonte: http://tonocosmos.com.br/dna-pode-ser-reprogramado

NASA captura nova imagem da Terra vista da Lua - Deslumbrante !

Nova imagem da Terra foi capturada da órbita da Lua (Foto: Divulgação / NASA)
Em certas situações, uma imagem realmente pode dizer mais do que mil palavras. Que tal esse ângulo privilegiado da Terra vista da Lua? 

A foto foi capturada pelo LRO, o Orbitador de Reconhecimento Lunar da NASA, que atualmente se encontra orbitando nosso satélite. 

A imagem faz referência à emblemática foto tirada pelo astronauta Harrison Schmitt durante a missão Apollo 17, há quarenta e três anos.

Na imagem, vemos a Terra pelo horizonte lunar. Em destaque, está o continente africano - a mancha amarronzada, no topo à direita, representa o deserto do Saara e parte da Arábia Saudita.  

Desde sua instalação, em 2009, a LRO já capturou inúmeras imagens deslumbrantes - para termos uma ideia, a espaçonave "testemunha" doze "earthrises" por dia -, mas ver nosso pálido ponto azul deste ângulo é realmente especial. 

Fonte: http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/noticia/2015/12/nasa-captura-nova-imagem-da-terra-vista-da-lua-e-e-deslumbrante.html

Hipersonia:: Quando dormir não acaba com o sono !

As pessoas que sofrem de hipersónia sentem-se sempre cansadas e com sono e não conseguem ficar ‘acordadas’ durante o dia sem estar bocejando e lutando contra a exaustão.
"Na maioria dos casos, não têm qualquer dificuldade em dormir. Mas o fato de dormirem não é algo que acaba com o cansaço. Custa-lhes levantar e sentem- se confusas e irritadas", afirmam os cientistas da Associação Espanhola de Narcolepsia e Hipersonia (AEN).
Alguns dos efeitos, segundo a associação, são fadiga, cansaço, perda de concentração e problemas de movimento.
Segundo a AEN, estes fatores podem acabar por afetar a a autoestima, a vida social e a rotina de trabalho de quem sofre desse transtorno.
Isto porque, durante o dia, as pessoas com hipersónia têm uma sensação contínua de sonolência e, como consequência disso, diminuem os seus níveis de atenção, concentração e memória.
De acordo com a Associação Americana de Sono (ASA, na sigla em inglês), a hipersona pode provocada por outros transtornos de sono e também por fatores genéticos – ou também pelo uso de certos medicamentos ou drogas.
Segundo a BBC, o distúrbio também pode aparecer em pessoas que têm fibromialgia (síndrome que provoca dores em todo o corpo) ou em pessoas que sofreram danos cerebrais.
Os especialistas sublinham que é essencial fazer uma ‘higiene do sono’ que inclui estabelecer horário de sono regulares, ter um ambiente adequado para dormir e uma cama com travesseiros confortáveis, além de evitar a cafeína e outros estimulantes perto da hora de dormir.

Fonte: http://www.msn.com/pt-pt/saude/saude/hipersonia-quando-dormir-n%C3%A3o-acaba-com-o-sono/ar-BBnLO0R?li=AAaYVP2

O que os desejos alimentares revelam sobre si !

Existem certos alimentos ou pratos aos quais não conseguimos resistir. O desejo é mais forte do que nós e acabamos por comer mais do que devíamos.
Segundo as declarações da nutricionista Shona Wilkinson ao Daily Mail, os desejos alimentares “indicam que o nosso corpo sente falta de um nutriente ou mineral específico”. “Em vez de nos rendermos aos desejos, devemos tentar percebê-los, dando ao nosso corpo exactamente aquilo que ele precisa”, afirma.
Assim sendo, aqui fica uma lista dos desejos alimentares mais comuns e os seus ‘significados’:

Desejo: Doces

Necessidade: Crómio. “Quando ingerimos muito açúcar ou hidratos de carbono, as substâncias atingem a corrente sanguínea rapidamente, o que faz com que haja um desequilíbrio dos níveis de açúcar no sangue. Assim, o corpo vai libertar mais insulina para lidar com o excesso. Depois, os níveis de açúcar descem demasiado, devido à quantidade de insulina que foi libertada, o que faz com que nos apeteça comer chocolates ou algo doce. Ou seja, quantos mais doces comemos, mais queremos comer”, explica Wilkinson. O melhor é ingerir algum crómio, que ajuda a equilibrar os níveis de insulina. Como? Comendo um bom pequeno-almoço, com proteínas e hidratos de carbono, e comendo vegetais durante o dia, que ajudam a equilibrar os níveis de açúcar no sangue.

Desejo: Chocolate

Necessidade: Magnésio. Quando o desejo é direccionado especificamente para o chocolate, isso significa que estamos com falta de magnésio. “O magnésio não só ajuda o sistema imunitário, prevenindo o aparecimento de inflamações, como auxilia no equilíbrio do sistema nervoso e a gerir a ansiedade”, explica a nutricionista. Para consumir mais magnésio basta comer vegetais de folha verde escura, espinafres, couve, couves de Bruxelas, nozes, cajus, amêndoas, pinhões, salmão, atum ou sementes de soja. Se quer continuar a sentir algum doce na boca, pode também optar por iogurte magro e bananas.

Desejo: Hidratos de Carbono pesados:
Necessidade: Triptófano. Quando falamos em hidratos de carbono pesados estamos a referi-nos ao pão, as massas e às batatas. O triptófano é usado pelo nosso organismo para ‘sintetizar’ a seratonina, que ajuda a gerir as mudanças de humor. “A vontade de comer hidratos de carbono é um sinal da falta de triptófano, que tem um papel importante nos ciclos de sono e na digestão”. Para além disso, “a falta de seratonina pode deixar-nos em baixo e ansiosos”,  acrescenta Wilkinson. Assim, o melhor é apostar nas proteínas: Peru, ovos, bananas e as nozes têm muito triptófano. 

Desejo: Carne

Necessidade: Ferro e zinco. Há cada vez mais pessoas a deixarem de consumir carne vermelha. Essas mesmas pessoas acabam por ter falta de ferro, explica a nutricionista. “O ferro é muito importante para o nosso sistema imunitário, uma vez que ajuda a transportar o oxigénio pelo organismo. Sem ele ficamos muito cansados”, afirma. Para além disso, este desejo pode sugerir a falta de zinco, que também ajuda a fortalecer o sistema imunitário, o cabelo, as unhas e a pele. Para ingerir uma boa dose de zinco basta comer marisco, lentilhas, espinafres, queijo e pão integral. Para além disso, deve então comer carne vermelha pelo menos uma vez por semana. 

Desejo : Sal

Necessidade: Sódio. Este mineral ajuda a manter o corpo hidratado e a regular a pressão sanguínea. Pode recuperar os níveis de sódio comendo pipocas salgadas, aipo e cenoura, aconselha Wilkinson.

Fonte: http://www.msn.com/pt-pt/saude/vida-saudavel/comida-o-que-os-desejos-alimentares-revelam-sobre-si/ar-BBnNsn9?li=AAaYVP2

Devemos usar protector solar no Inverno ?

Normalmente associamos o uso de protetor solar ao verão, mas a verdade é que a radiação UV não desaparece no inverno. 

O site da apresentadora Oprah Winfrey revela três razões para usar protetor na estação que aí vem:

1 – O protetor ajuda a humedecer as peles mais secas. A dermatologista Deborah Sarnoff recomenda o uso de um que tenha lanolina ou glicerina e não os que têm álcool ou uma base de gel.

2 – Estar dentro de casa não o protege dos danos provocados pelo sol, já que os raios UV conseguem penetrar o vidro. Por isso, se trabalha ao pé de uma janela, coloque protetor com alguma frequência.

3 – Se está num local com neve, esta reflete 80% da radiação UV. Encare uma ida a uma estância de ski como uma ida à praia, recomenda o mesmo site.

Fonte: http://www.msn.com/pt-pt/lifestyle/beleza/devemos-usar-protetor-solar-no-inverno/ar-BBnNAnG?li=AAaYVP2

A destruição dos oceanos que esta por vir - Tesouros submarinos de minérios e metais ainda desconhecidos !

Pesquisadores vão investigar depósitos de metais na Elevação do Rio Grande e em planícies abissais ao largo da Ilha da Madeira, no Atlântico Norte.[Imagem: Elevação do Rio Grande/CPRM]

Profundezas do mar grande


A formação rochosa submarina conhecida como Elevação do Rio Grande, uma cordilheira de 3 mil km2 no fundo do oceano Atlântico, a 1,5 mil quilômetros de distância da costa brasileira, guarda um verdadeiro tesouro em minerais e elementos químicos cada vez mais escassos na superfície terrestre.
Para desbravar essa fronteira ainda desconhecida, pesquisadores brasileiros e britânicos reuniram-se no projeto Marine E-tech, um esforço multidisciplinar para estudo a formação dos depósitos de metais em águas profundas.
Além da Elevação do Rio Grande, na qual os pesquisadores brasileiros se concentrarão, a iniciativa contará com pesquisas em planícies abissais ao largo da Ilha da Madeira, no Atlântico Norte.

Metais biogênicos

"O Brasil possui 8.500 km de costa com uma série de recursos naturais disponíveis e ainda depende muito de terras raras para desenvolver suas tecnologias. A Elevação do Rio Grande é uma potencial fonte de recursos, mas sobre a qual ainda se sabe muito pouco nas ciências oceanográficas e na mineração, o que inviabiliza o entendimento de suas potencialidades e da sustentabilidade da sua exploração. As pesquisas serão conduzidas para encontrar soluções nesse sentido", destacou o professor Frederico Brandini, do Instituto Oceanográfico da USP.
As perguntas são básicas: como esses depósitos e nódulos minerais se originaram, como se formam e como são mantidos.
"É preciso determinar se a origem desses nódulos é biogênica ou o resultado de reações químicas que induzem a precipitações metálicas. Bactérias litotróficas usam energia da oxirredução de elementos químicos para precipitar esses metais", exemplificou Brandini.
Amostra de nódulo polimetálico rico em metais de grande interesse tecnológico. [Imagem: CPRM]

Tesouros submersos

O trabalho na Elevação do Rio Grande também tentará elucidar quais composições minerais estão presentes nos nódulos polimetálicos, rochas de diversos tamanhos que apresentam altas concentrações de diferentes metais.
"Esses nódulos têm em média 10 centímetros e determinadas regiões dos oceanos estão repletas deles, a maior parte de ferro e manganês, mas com outros elementos químicos incorporados e relativamente fáceis de serem extraídos. Porém, todo esse potencial mineral está a mais de mil metros de profundidade, podendo chegar a até 5 mil metros, o que exige amplo conhecimento científico e tecnologias muito específicas", explicou Brandini.
Entre esses metais e minerais estão alguns necessários ao desenvolvimento de tecnologias para produção de energia mais limpa e eficiente, como os elementos de terras raras, que podem ser utilizados em baterias de veículos elétricos, turbinas eólicas e painéis solares, entre outras aplicações. Há ainda os elementos chamados e-tech, como o telúrio, o cobalto e o selênio.
"Alguns desses elementos são altamente concentrados em depósitos no fundo do mar, que constituem o recurso marinho de metal mais importante para exploração e aproveitamentos futuros. Por exemplo, os maiores níveis de enriquecimento de telúrio são encontrados nas profundezas dos oceanos, em crostas de ferro manganês em montanhas submarinas", disse Paul Lutsy, do Serviço Geológico Britânico (BGS).
Telúrio é um componente essencial na produção de células solares, mas o elemento está presente em apenas 0,0000001% da superfície terrestre, o que o torna três vezes mais escasso do que o ouro.
Pedras vivas
Contudo, e apesar do potencial econômico e tecnológico, não há parceiros industriais ou mineradores unidos no esforço de pesquisa, que estará assim primariamente preocupado com os aspectos ambientais.
"Trata-se de estudos oceanográficos para que seja desvendada a história desses nódulos, que crescem e que são organismos com propriedades únicas, como se fossem pedras vivas, com composição química muito particular e sobre os quais ainda pairam perguntas científicas não respondidas. Para isso é preciso um esforço multidisciplinar, caso deste projeto, envolvendo pesquisadores de biologia, geologia, física, além da expertise em tecnologia e da metodologia dos grupos internacionais a ele associados," conclui o pesquisador.
Amostra de nódulo polimetálico rico em metais de grande interesse tecnológico. [Imagem: CPRM]

Fonte: http://a-nova-realidade.blogspot.pt/2015/12/a-destruicao-dos-oceanos-esta-por-vir.html

Hemisferio sul - Começou o Verão mais quente dos últimos anos !

Segundo meteorologistas, termômetros podem registrar um calor até 4 ºC acima da média neste verão
Morrer de calor é uma das expressões mais usadas no Brasil, sobretudo no verão. Num país tropical em que as temperaturas passam com frequência dos 30 ºC --e, na estação mais quente, chegam aos 40 ºC-- não é de se espantar que muita gente esteja sempre "morrendo de calor".
Mas será que é possível mesmo morrer de calor? O professor da Faculdade de Medicina da USP Paulo Saldiva explica que, embora seja raro, isso pode acontecer sim.
"Estudos mostram que durante as ondas de calor há um aumento da mortalidade, sobretudo de idosos e bebês, que têm menos capacidade de adaptação e, muitas vezes, dependem dos cuidados alheios para se proteger", explica o especialista.
Quando está quente, suamos como uma forma de regular a temperatura do corpo: o suor é uma das reações ordenadas pelo cérebro par fazer declinar a temperatura da pele e, consequentemente, do sangue circulando nos vasos sanguíneos superficiais. O sangue refrescado corre pelo corpo, baixando a temperatura do organismo.
Entretanto, quando está quente demais, a tendência é que haja cada vez mais vasos de regulação térmica abertos no nosso corpo, para que suemos mais. O primeiro problema óbvio desse suor excessivo é a desidratação.
Alguns idosos - por conta de outras condições comuns à idade avançada, que danificam mecanismos de controle do corpo - podem perder uma quantidade significativa de água sem sentir sede. Quando perdemos muita água e não repomos líquido, junto com a desidratação podem surgir também outros problemas.
Com muitos vasos da pele dilatados ao mesmo tempo, por exemplo, a pressão sanguínea cai - o que pode levar a vertigem e tonturas, por exemplo. Com a pressão mais baixa, a tendência é que o coração comece a bater mais rápido numa tentativa de elevar a pressão e equilibrar o organismo.
O coração sobrecarregado e a menor quantidade de líquidos circulando deixa o sangue mais denso, o que aumenta também a chance de ocorrer algum tipo de obstrução - ou trombo. E também de uma parada cardíaca.
Em situações normais, a própria variação natural da temperatura ao longo do dia se encarrega de regular esse processo, evitando o superaquecimento do corpo. Mesmo num verão quente, as noites sempre tendem a ser mais frescas que os dias, regulando naturalmente a temperatura corporal.
O grande problema, como explica o climatologista Carlos Nobre, atualmente à frente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), são as ondas de calor extremas e prolongadas, quando essa variação de temperatura ao longo do dia é tão mínima que não dá conta de regular a temperatura do corpo, provocando o superaquecimento.
"O pico de temperatura elevada, mesmo que acima dos 40ºC, não é o grande problema", explica Nobre. "O risco é quando, ao longo de pelo menos três dias consecutivos, a temperatura máxima passa dos 36ºC e a mínima não cai abaixo de 21ºC. Quando isso ocorre, o corpo não consegue se resfriar de forma apropriada, o que pode levar a paradas cardíacas e derrames." 

Fresco e hidratado 
 
A forma de prevenir tais problemas é tão óbvia quanto intuitiva: se manter sempre hidratado e refrescado - por meio de ar-condicionado, ventilador, banho frio. A adaptação das cidades às temperaturas altas é uma ajuda valiosa. Centros urbanos com árvores (e sombra), arquitetura que valorize a circulação de ar, a proximidade da praia, instalações refrigeradas, por exemplo, ajudam a minimizar os efeitos do calor excessivo e evitar problemas maiores.
Vale lembrar que estamos às vésperas de um verão que promete ser um dos mais quentes de todos os tempos no país, com as temperaturas ultrapassando facilmente os 40ºC por vários dias seguidos nos locais tradicionalmente mais quentes, como Rio de Janeiro, Piauí e Tocantins. Segundo meteorologistas, os termômetros podem registrar um calor até 4ºC acima da média.
Isso porque estamos diante de uma combinação inédita de fenômenos: a elevação da temperatura média do planeta por conta do aquecimento global (que já é de quase 1ºC) somada a um fenômeno El Niño dos mais intensos já registrados.
O fenômeno está relacionado ao aquecimento das águas do Pacífico Sul e, em geral, à elevação das temperaturas globais. De acordo com a Organização Meteorológica Mundial, o El Niño deste ano pode ser um dos quatro mais intensos dos últimos 65 anos.
O El Niño também costuma causar chuvas mais intensas. Se, por um lado, as chuvas são importantes para baixar a temperatura, por outro, o calor com umidade tende a ser percebido com mais intensidade. A sensação térmica aumenta. Não custa nada estar preparado para morrer de calor apenas metaforicamente e manter a saúde neste verão. 

Fonte: http://www.ultimosacontecimentos.com.br/grandes-sinais-do-ceu1400518699/verao-mais-quente-dos-ultimos-anos-comecou-nao-morra-de-calor.html

Seca protagonista de 2015 no Caribe !

A dura e prolongada seca vivida no Caribe em 2015 forçou uma racionalização de água em várias ilhas da região, prejudicando assim setores como a agricultura e o turismo, que também foi afetado por uma inundação de algas de tipo sargaço.
Uma das ilhas mais afetadas foi a Jamaica, especialmente nas áreas leste e sul. Na cidade de St. Thomas, no extremo sudeste desta ilha de 2,7 milhões de habitantes, chegaram a ocorrer incêndios que arrasaram as colheitas de cerca de 785 agricultores.
O período mais duro foi o primeiro semestre, quando houve muitos incêndios florestais (com cerca de seis vezes mais terreno queimado do que no ano anterior) e o distrito de St. Andrew foi muito afetado, justamente onde fica a capital Kingston, segundo dados do Departamento Florestal da Jamaica.
A Comissão Nacional de Água da Jamaica se viu obrigada a assinar em julho um contrato avaliado em US$ 42,5 milhões com a empresa europeia Miya para canalizar mais água doce para St. Thomas e St. Andrew.
Como a Jamaica, muitas ilhas da região como Barbados, Dominica e inclusive as Ilhas Virgens tiveram que pedir contenção a seus cidadãos na hora de usar água doce.
O governo de Santa Lúcia, inclusive, declarou em maio uma situação de emergência nacional que durou três meses, ante a escassez de água potável por causa da seca. Para lidar com a situação, restringiu o fluxo que deixava passar desde o maior reservatório da ilha e, além disso, reparou os vazamentos na principal usina de tratamento de água da ilha.
Em Porto Rico, os efeitos foram ainda maiores por causa do mal estado de manutenção dos açudes.
A seca forçou corte no fornecimento de água potável em dias alternados (a cada três dias) para boa parte dos cidadãos da região metropolitana da capital San Juan, com mais de 300 mil famílias e negócios afetados, além de outras localidades.
Trata-se da seca mais dura sofrida por Porto Rico em mais de duas décadas, segundo suas autoridades, que inclusive estabeleceram multas para os que fossem surpreendidos esbanjando água.
Na vizinha República Dominicana, todas as represas do país, com exceção de dois açudes, chegaram a operar em níveis mínimos e regidas por medidas de racionalização de água para irrigação.
Em agosto, a crise levou o Departamento de Água de São Cristóvão e Névis a declarar que as reservas da maior de suas ilhas tinha chegado a um nível crítico e que em dois meses poderia acabar.
Como em muitas outras ilhas de seu entorno, 70% do fornecimento de água em San Cristóbal provém de aquíferos, e o restante dos mananciais.
Durante esse mesmo mês, Antígua e Barbuda também esgotou suas reservas de água provenientes de represas, por isso chegou a depender de poços e usinas dessalinizadoras, segundo indicou à Agência Efe um porta-voz da Autoridade de Serviços Públicos de Antígua.
Este país já estava racionando água há um ano em consequência da diminuição gradual de chuva na região e em julho as reservas das represas deixaram de operar.
A água das reservas representa 30% da demanda nacional, por isso Antígua e Barbuda dependia de água processada em usinas dessalinizadoras e que ficava em poços.
Em setembro, o governo de Cuba começou a aplicar a técnica conhecida como "plantio de nuvens" para provocar chuva de maneira artificial nas zonas mais castigadas pelo fenômeno, entre elas Santiago, Guantánamo, Artemisa e Havana.
Faltando dados ainda oficiais, sabe-se que esta escassez afetou notavelmente o turismo da região, que também se viu afetado pelas toneladas de sargaço acumuladas nas praias de grande parte das ilhas.
A chamada "crise do sargaço" foi um fenômeno ocorrido nos países banhados pelo Caribe quando enormes quantidades de sargaço - um tipo de alga - acumularam no litoral e praias da região, provocando, além de um terrível efeitos especiais, um desagradável cheiro à medida que vão se decompondo.
Não estão claras as causas deste fenômeno e nem as vias para evitá-lo no futuro, por isso que os países da região estão impulsionando pesquisas a respeito que analisam sua relação com a mudança climática e o aumento da temperatura do planeta. 

Fonte: http://www.ultimosacontecimentos.com.br/grandes-sinais-do-ceu1400518699/seca-e-triste-protagonista-de-2015-no-caribe.html

SpaceX lança onze satélites e pousa foguete na vertical !

A empresa americana SpaceX conseguiu realizar um feito significativo na noite de segunda-feira e após colocar em orbita 11 satélites de comunicação, pousou com sucesso o primeiro estágio do foguete na plataforma de Cabo Canaveral, na Flórida. 
Centro de Controle SpaceX
Essa foi a primeira vez que um estágio propulsor de capacidade orbital consegue retornar em perfeitas condições logo após a missão, abrindo caminho para uma nova era de lançamentos, de custos extremamente reduzidos.
O lançamento aconteceu na hora marcada a partir da base de lançamentos de Cabo Canaveral, na Flórida e dois minutos depois o segundo estágio do foguete Falcon 9 se separava do primeiro, tomando rumos diferentes. 
Enquanto o segundo estágio era acionado para atingir a altura programada de 600 quilômetros e colocar 11 satélites em orbita, o primeiro estágio do Falcon 9 estágio descia de forma controlada e 9 minutos depois pousava suavemente na vertical próximo ao local de lançamento.
“Eu ainda não acredito”, disse o presidente da SpaceX, Elon Musk. “Quando ouvi o boom sônico da descida pensei que tivesse explodido. Acho que esse é um momento revolucionário já que ninguém jamais trouxe um propulsor de classe orbital de volta em perfeitas condições”.
Toda a missão foi transmitida ao vivo e a cada etapa concluída podia-se ouvir gritos e aplausos de empolgação no centro de controle, na Califórnia. Quando o foguete pousou a comemoração era tão forte que parecia vir de uma final de campeonato.

Fonte: http://www.apolo11.com/spacenews.php?titulo=Perfeito!_SpaceX_lanca_onze_satelites_e_pousa_foguete_na_vertical&posic=dat_20151222-083110.inc

Motor de foguete que foi imprimido em 3D testado com sucesso !

Vídeo de Motor de foguete que foi imprimido em 3D é testado com sucesso !Uma equipe do Centro de Voo Espacial Marshall, da NASA, em Huntsville (estado de Alabama – EUA), testou um motor de foguete imprimido em 3-D. As peças foram montadas da mesma forma que seriam com um motor construído de forma tradicional. O desempenho dessas peças foi idêntico ao das peças tradicionais.

Durante seis testes separados, o motor gerou até 9.000 quilos de empuxo.

A importância deste avanço é que um assentamento em outro planeta, ou até mesmo uma nave espacial, equipados com uma dessas “impressoras de peças em 3-D”, contando com a disponibilização de matéria prima, facilitaria em muito a fabricação dessas peças de reparo durante as missões espaciais, sem ter que retornarem à Terra para tal.

Fonte: http://ovnihoje.com/2015/12/22/motor-de-foguete-que-foi-imprimido-em-3d-e-testado-com-sucesso/

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Terramoto de magnitude 6 atinge Indonésia !

Um forte terremoto de magnitude 6 foi registrado na Indonésia nesta segunda-feira (horário local) - relatou o US Geological Survey (USGS), acrescentando que ainda não há informações sobre danos e vítimas.

Relativamente superficial, o terremoto atingiu o canto nordeste de Kalimantan, na parte indonésia da ilha de Bornéu, segundo o instituto americano USGS. 


Fonte: http://www.ultimosacontecimentos.com.br/terremotos/terremoto-de-magnitude-6-atinge-indonesia.html

Terramoto de magnitude 6,2 atingiu Vanuatu no Pacífico Sul !

Um terremoto de magnitude 6,2 na escala Richter abalou neste sábado a região de Vanuatu, um arquipélago no Pacífico Sul, sem que as autoridades tenham informado sobre vítimas e danos materiais.
O Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico não emitiu nenhum aviso para o risco de ondas gigantes.
O tremor ocorreu a dez quilômetros de profundidade sob o leito marinho, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, sigla em inglês), que monitora a atividade sísmica no mundo todo.
O epicentro do sismo foi localizado a 128 quilômetros ao norte de Isangel e a 135 ao leste de Port-Vila, a capital do país.
Vanuatu fica próximo do chamado "Círculo de Fogo do Pacífico" e dos vulcões submarinos da Bacia de Lau, por isso registra habitualmente tremores de origem sísmica.
A República de Vanuatu conta com aproximadamente 250 mil habitantes e é formada por um arquipélago de origem vulcânica.

Fonte: http://www.ultimosacontecimentos.com.br/terremotos/terremoto-de-magnitude-62-sacode-vanuatu-no-pacifico-sul.html

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...